• Medix banner010108 5184938c50df5487a21b8cdd80da71a08a757d41cc2f865d7d01efba76359797
  • Medix banner020108 b09c1b51313a34f59298f32d7abc82919b6929ab4909d66879958c5580f311d7
  • Medix banner030108 521f7c22e9674380550b71fa4a75c29adb3e45ca6ade96b7f9c16a04f9f0ca5f

18/04/2018

Campanha Nacional de vacinação contra a gripe começa no dia 23 de abril

Em 2018, os tipos de vírus incluídos na campanha são o H1N1, o H3N2 e o influenza do tipo B Yamagata

Vacina eua orlando miami

Anote na agenda: no dia 23 de abril de 2018 começa a Campanha Nacional de Vacinação contra o Influenza, estratégia do Ministério da Saúde para diminuir o impacto da gripe em todo o país. O Dia D, considerado a data mais importante de mobilização nacional, está marcado para 12 de maio, um sábado.

 

A ideia era iniciar os trabalhos uma semana antes, no dia 16 de abril. Mas algumas dificuldades de fabricação e logística dificultaram a distribuição da vacina. Apesar do atraso, o ministério aposta que a troca de datas não trará problemas, uma vez que a campanha se iniciará ainda no outono, antes de o inverno começar, quando o número de atingidos sobe pra valer.

 

Se você faz parte dos grupos de risco para complicações da doença (veja mais abaixo), sua participação é primordial. A gripe é uma doença séria, que mata mais de 650 mil pessoas todos os anos, de acordo com um recente levantamento da Organização Mundial da Saúde (OMS). Além de causar aqueles sintomas clássicos — febre alta, nariz entupido, cansaço e dor no corpo —, ela está por trás de complicações como pneumonia e infarto.

 

Abaixo, resumimos as principais recomendações mudanças que foram implementadas para a vacinação de 2018. Confira os detalhes e, se for o caso, programe sua visita ao posto de saúde mais próximo de sua casa.

O que tem dentro da vacina

Todos os anos, os subtipos dos vírus da gripe que serão incluídos no imunizante mudam. Isso porque os diferentes causadores dessa infecção circulam pelo mundo e sofrem mutações com frequência.

Quem define a composição da vacina é a própria OMS, que reúne e analisa as informações enviadas por centros de vigilância de todos os países. Aqui no Brasil, por exemplo, temos três estações-sentinela: o Instituto Adolfo Lutz, em São Paulo, a Fundação Oswaldo Cruz, no Rio de Janeiro, e o Instituto Evandro Chagas, em Belém do Pará. Essas instituições fazem exames em indivíduos infectados para descobrir quais as cepas virais que mais circulam em cada região.

A partir desses dados, os experts batem o martelo sobre a composição da vacina e fazem o anúncio no mês de setembro para o Hemisfério Sul e em fevereiro para o Hemisfério Norte. Em 2018, os tipos de vírus incluídos em nossa campanha são o H1N1, o H3N2 e o influenza do tipo B Yamagata.

 

Quem deve tomar

 

Em comparação com 2017, não teremos nenhuma alteração em relação ao público que deve levar a picada. A escolha desses grupos se deve ao fato de eles serem mais vulneráveis aos efeitos da gripe e sofrerem mais com seus sintomas e desdobramentos.

Além disso, parte desse pessoal possui contato diário com outras pessoas infectadas, o que aumenta o risco de transmissão. A lista inclui:

  • Crianças de 6 meses a 5 anos
  • Pessoas com mais de 60 anos
  • Gestantes
  • Mulheres que deram à luz nos últimos 45 dias
  • Profissionais da saúde
  • Professores da rede pública e particular
  • População indígena
  • Portadores de doenças crônicas, como diabetesasma e artrite reumatoide
  • Indivíduos imunossuprimidos, como pacientes com câncer que fazem quimioterapia e radioterapia
  • Portadores de trissomias, como as síndromes de Down e de Klinefelter
  • Pessoas privadas de liberdade
  • Adolescentes internados em instituições socioeducativas, como a Fundação Casa

 

Tomei ano passado. Preciso repetir a dose?

Sem dúvida nenhuma! A taxa de proteção da vacina começa a cair após alguns meses. Os vírus da gripe têm uma alta capacidade de mutação. Logo, as cepas que estão circulando agora são bem diferentes daquelas que aterrorizaram o inverno passado. Portanto, é preciso se resguardar novamente para não penar com espirros, prostração, febre e outros sintomas.

VEJA TAMBÉM OUTRAS NOTÍCIAS:

Logo 2 4104b098ce10dcf5005062ec43aeb6178aace767dbbb130821f93847e46af852
2017 - Clínica Medix Consultas Médicas. Proibida a cópia total ou parcial do conteúdo deste site. Site desenvolvido por
Criativitta logo a1e3eace89a863e71d40384d31379ae1949d0a2aa4e88697d8ada051432751b8